Ligadas a desempenho ou mesmo a relacionamento interpessoal, é muito desafiador. Estamos mais acostumados a justificar as coisas, a buscar motivos ou argumentos que nos livrem de apontar para nós mesmos essa atribuição.

Tem coisa mais temida que avaliação? Por outro lado, tem coisa que mais importe para gente do que saber o resultado da nossa avaliação? Não! Puxa vida, que bom para você que faz parte de menos de 5% de pessoas que se sentem seguras com isso. Para o resto de nós, isso é bastante angustiante e soa como cobrança pessoal.

Felizmente, muitas empresas e profissionais estão bem assessorados, amparados e capacitados para aquele momento que sempre é esperado com expectativa e preocupação.

Se você investigar com seus amigos, colegas, líderes e também no mercado, verá que existe um movimento intenso no sentido de melhorar essa prática, tão necessária e eficaz, por meio da capacitação, de ferramentas adequadas e muita vivência, de modo que possa entregar um avaliação que faça crescer, inspire e torne tudo mais relevante e leve.

Dar e receber feedback é uma troca essencial para nós, mortais, seguirmos adiante com bem menos rugas na testa, sem ter o coração acelerado e sem as dúvidas que podem tornar nossa jornada no trabalho tóxica e cheia de fantasias.

É essencial estar preparado para um feedback verdadeiro, preciso e contagiante, pois a gente precisa sair dele melhor!!

Elenice Pires Head Pessoas e Resultados